Caciporé Torres - Escultura em Bronze, Abstrato

Código: 68D68B8H7
R$ 2.750,00
até 3x de R$ 916,66 sem juros
Comprar Disponibilidade: Imediata Aproveite! Resta apenas 1 unidade
    • 1x de R$ 2.750,00 sem juros
    • 2x de R$ 1.375,00 sem juros
    • 3x de R$ 916,66 sem juros
    • 4x de R$ 765,33
    • 5x de R$ 624,07
    • 6x de R$ 530,29
    • 7x de R$ 463,65
    • 8x de R$ 414,00
    • 9x de R$ 375,69
    • 10x de R$ 345,34
    • 11x de R$ 320,80
    • 12x de R$ 300,62
  • R$ 2.750,00 Pix
  • R$ 2.750,00 Boleto Bancário
    • 1x de R$ 2.750,00 sem juros
    • 2x de R$ 1.375,00 sem juros
    • 3x de R$ 916,66 sem juros
    • 4x de R$ 736,81
    • 5x de R$ 599,44
    • 6x de R$ 506,46
    • 7x de R$ 439,39
    • 8x de R$ 386,64
    • 9x de R$ 345,98
    • 10x de R$ 315,18
    • 11x de R$ 290,01
    • 12x de R$ 269,06
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

A OBRA

Escultura em bronze abstrata assinada pelo renomado e catalogado artista Caciporé Torres.

MEDIDAS: 29cm de altura x 19cm de largura. Base, 6 x 6,5cm

O ARTISTA

Caciporé de Sá Continho da Lamare Torres é um escultor, desenhista e professor brasileiro, agraciado com a Comenda Mário de Andrade pelo Governo do Estado de São Paulo, na gestão de Paulo Egydio Martins. Apesar de Caciporé ser um artista premiado pelas mais célebres instituições brasileiras, ter participado de importantes mostras internacionais e ser reconhecido como um dos mais relevantes artistas do Brasil pelos historiadores e críticos, ainda existe a necessidade de um estudo aprofundado que o eleve a sua verdadeira importância.

A ampla produção do escultor vem sido acompanhada com vasto interesse pela crítica, desde o final da década de 40. Além disso, a obra de Caciporé, frequentemente, torna-se tema de estudo e trabalho em cursos de graduação em Arquitetura e Artes Visuais. Como a bibliografia existente sobre ele é incompleta e dispersa, diversos pesquisadores, críticos, professores e estudantes buscam mais informações e tentam compreender melhor seu trabalho.

Contudo, sua brilhante carreira torna necessária uma sistematização onde seja revelado o percurso do artista, começando por uma análise de seu perfil psicológico, da formação e sobre suas principais apreensões, para depois explorar a maneira pela qual esses elementos são incorporados em suas obras, e se inserem no contexto histórico da arte brasileira.

A produção artística de Caciporé tem como característica mais marcante a utilização de materiais industriais, em especial o aço e o ferro; frequentemente no estado de sucata, para depois serem cortados, lixados, vergados, moldados, soldados e pintados pelas mãos do artista. Com uma linguagem escultórica única, ele constrói formas abstratas, brutalistas, ásperas e, por diversas vezes, de proporções monumentais.

Por meio do estudo a respeito de sua trajetória e de suas ideias, passa a ser possível compreender de maneira mais clara a história cultural recente da cidade de São Paulo e do Brasil, pois o artista teve um papel de destaque em importantes instituições brasileiras durante seu período de formação, como exposições periódicas, museus e instituições de ensino.

Além da expressividade artística de Caciporé, e de seu testemunho no processo de formação histórica dessas instituições, ele se estabeleceu desde cedo como uma figura influente, que passaria a assumir posições políticas em relação a arte e a cultura. O escultor também teve um papel importante na formação de critérios e talentos, sendo um personagem que agregou bastante para os artistas mais expressivos de seu meio.

A carreira artística de Caciporé começou muito cedo. Em 1948, com apenas 17 anos de idade, ele expôs seus trabalhos pela primeira vez, no XII Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo. Em 1951, conquistou a Medalha de Ouro no I Salão Paulista de Arte Moderna e ganhou, na I Bienal de São Paulo, uma bolsa de estudos na Europa.

Biografia

Caciporé Torres nasceu em Araçatuba, no dia 10 de março de 1932, período em que sua família vivia na cidade para escapar da repressão política.

Radicado em São Paulo, era filho da pianista Violeta de Sá Coutinho Torres e do jornalista e advogado, Paulo de Lamare Torres. Além da irmã Poranga, Caciporé teve um irmão,  falecido ainda na infância, cujo nome era Peri.O pai de Caciporé era membro do Partido Comunista Brasileiro. Por esse motivo, ele foi perseguido e preso pelo governo de Getúlio Vargas. Em razão disso, a família do artista mudava constantemente de cidade.

Os pais de Caciporé escolheram seu nome em um dicionário guarani, elaborado por um padre peruano chamado Antonio Ruiz de Montoya, porque queriam que seu filho tivesse um nome autenticamente brasileiro.

Desde pequeno, o escultor foi incentivado a manter contato com a arte, recebendo uma formação erudita e moderna. Os pais de Caciporé perceberam seu entusiasmo pelo desenho e modelagem quando ele ainda era um menino, e não podia frequentar escolas de formação. Assim, seu pai, que era um dos fundadores do Clube de Artistas Modernos, decidiu colocá-lo para atuar como discípulo de artistas importantes, para que ele aprendesse enquanto ajudava seus mestres a executar seus trabalhos.

Durante esse período, Caciporé trabalhou com artistas como José Cucé, Joaquim Figueira, Di Cavalcanti, Aldo Bonadei e Hilde Weber. Mestres que lhe permitiram participar nas obras da Catedral da Sé, descobrir as lições da academia, entrar na era da modernidade das esculturas e estudar desenho.

Esses aprendizados forneceram ao artista seu atual conhecimento acerca da anatomia humana, das técnicas de modelagem e do desenho, que lhe ajudam a representar a realidade de forma fiel em suas próprias esculturas. Isso pode ser notado na obra Príncipe Philip da Dinamarca, peça esculpida por Caciporé em 2002, sob encomenda da embaixada desse país.

Caciporé Torres ganhou uma bolsa de estudos durante a 1ª Bienal Internacional de São Paulo, de 1951, e durante dois anos frequentou os ateliês de escultura de Marino Marini (1901-1980) e Alexander Calder (1898-1976).

Em 1956, o artista foi morar na França com sua família, onde permaneceu até o ano de 1959. Época em que aprofundou seus conhecimentos em francês, na Alliance Française, e fez cursos sobre História da Arte e Civilização Francesa, na Universidade de La Sorbonne, em Paris. Nesse período, trabalhou em um ateliê e começou a desenvolver obras de caráter mais abstracionista. Passou a utilizar peças metálicas como aço, bronze e ferro para construir formas orgânicas e geométricas, com aparência industrial.

Nesse mesmo ano, o artista casou-se com sua prima, Helena Alcina de Sá Coutinho Borges da Fonseca, naquele que seria o seu primeiro matrimônio.

Na cidade de Bruxelas, Bélgica, Caciporé estagiou em uma indústria metalúrgica, atuando como operário, onde aprendeu a fundir bronze e ferro, com o intuito de aprimorar sua técnica de trabalho com metais.

No ano de 1970, Caciporé foi eleito presidente da Associação Internacional de Artes Plásticas da Unesco.

Entre os anos de 1961 e 1971, Caciporé lecionou escultura na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e, depois dessa data, também deu aulas na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie,  instituições localizadas na cidade de São Paulo.

Principais Individuais

1955 - Museu de Arte de São Paulo, SP.

1957 - Terry Clune Gallery, Sydney, Austrália.

1964 - Galeria Atrium, SP.

1969 - Galeria Mirante das Artes, SP.

1971 - Museu de Arte de São Paulo, SP.

1980 - Galeria Arte Aplicada.

1982 - Galeria Singular, Porto Alegre.

1989 - Museu Brasileiro da Escultura (pré-inauguração).

1989 - Exposição em Washington, USA.

1999 - Galeria Casa da Fazenda, SP.

Principais Coletivas

1951 - I Bienal Internacional de São Paulo - Prêmio Viagem à Europa.

1954 - II Bienal Internacional de São Paulo - Prêmio Aquisição do Museu de Arte Moderna, SP.

1955 - Bienal Veneza, Itália.

1956 - III Bienal Internacional de São Paulo.

1957 - Maison D´Amerique Latine, Paris, França.

1958 - VI Bienal Internacional de São Paulo.

1960 - VIII Bienal Internacional de São Paulo - Prêmio Itamarati.

1972/75/78/88 - Panorama da Arte Atual Brasileia, MAM, SP.

1976 - Bienal dos Jovens, Paris, França.

1978 - Quadrienale de Roma, Itália.

1979 - Sculpture in Exhibition, Budapeste, Hungria.

1983 - 50 Anos de Escultura no Espaço Urbano, Globo/Funarte.

1984 - O Objeto Inusitado, Museu de Imagem e do Som, SP.

1987 - Mostras - Paulistas em Brasília, DF.

1994 - Brasil Século XX, Fundação Bienal, SP.

1987 - Mostras - Paulistas em Brasília, DF.

Além disso, ele recebeu diversas premiações, incluindoː

1980 e 1982 - melhor escultor brasileiro pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA)

Prêmio de Viagem à Europa da I Bienal de São Paulo.

Salão Abril, MAM/Rio.

Salão de Arte Moderna, Brasília, DF.

Prêmio APCA de melhor escultor 1980/82.

Fonte:

Itaú Cultural


INFORMAÇÕES IMPORTANTES

CERTIFICADO DE BOA ORIGEM

Para garantir a qualidade e procedência de nossos produtos, os mesmos são adquiridos em galerias, leilões de arte e acervos de colecionadores de nossa inteira confiança. Por isso, todos os nossos produtos são acompanhados por um Certificado de Boa Origem emitido pela galeria Lenach.

Observação: Por se tratar de artes e antiguidades provenientes de leilões, galerias de arte ou coleções particulares, os produtos comercializados pela Lenach são usados e vendidos NE - NO ESTADO. A Lenach se compromete a fornecer informações completas (descrição e imagens), retratando inclusive possíveis imperfeições presentes nas peças. Contudo, poderá haver pequena divergência quanto a cor (principalmente por conta do monitor em que se visualiza a imagem), tamanho e espessura, por exemplo. 

COMPRANDO MAIS DE UMA PEÇA

Quando houver interesse em mais de uma peça e elas tiverem medidas e pesos muito diversos (por exemplo: uma escultura de bronze de 5 kg e um quadro), por questão de segurança recomendamos fortemente que sejam adquiridos individualmente (em compras separadas), sendo embalados e enviados separadamente com uma cobrança de de frete para cada um. 

Em caso de dúvida, não hesite em nos contatar!

 


 

Veja alguns comentários de clientes sobre suas experiências de compra em nosso eshop no Mercado Livre!

"Vendedor super eficiente!! Produto como descrito e em excelente estado. O vendedor me ajudou quando pedi rapidez na entrega. Excelente! Tania (LOONEYLUNA) - 16/04/19

"Tudo certo, já estou com o produto. Obrigado a todos." João (JOOMACHADO579) - 14/04/19

"Belíssima aquisição. Perfeita atenção e comunicação com o vendedor. Muito obrigado!" Tiago (TIAGOGRANDEZA) - 05/04/19

"Excelente vendedor e produto, honesto, rápido e embalagem perfeita. Recomendadíssimo." Nilo (NFTAVARES) - 27/03/19

"Mercadoria entregue segundo o combinado. o processo saiu de acordo com o combinado. Satisfeito com a aquisição. elogio ao vendedor." Guillherme (GUILLHERMEGREGORIO) - 19/02/19

"Excelentes! O atendimento, o cuidado no embalá-lo e o produto em si. Recomendo!" Ricardo (RGFISHER) - 20/01/19

"O vendedor foi extremamente atencioso e a peça adquirida chegou muito bem embalada em perfeito estado." Thomas (TKOSFELD) - 16/01/19

"Excelente aquisição. Recomendo uma olhada geral no site, que é riquíssimo e com preços muito honestos." Edrisi (ISIUS) - 28/12/18

"Ótima vendedora, atenciosa e atende rapidamente as perguntas. Produto chegou muito rápido. Obrigada pela atenção" Sonia (SONIAVERCESEGARNIER) - 14/12/18

"Excelente! Com certeza comprarei mais peças!!" Camila (CAMILALISTONI) - 20/11/18

 

Produtos relacionados

R$ 2.750,00
até 3x de R$ 916,66 sem juros
Comprar Disponibilidade: Imediata Aproveite! Resta apenas 1 unidade
Pague com
  • Pagali
  • Pix
  • Mercado Pago
Selos

Lenach - CNPJ: 17.368.712/0001-60 © Todos os direitos reservados. 2024


Para continuar, informe seu e-mail